samedi, septembre 24, 2011

«prefiro arrepender-me por lutar por ti, do que arrepender-me por não ter lutado»



Cresci longe de ti, mas agora, tento aproximar-me de ti. Nos dias de hoje encaro a falta que me fazes e fizeste. Fiz mal em ter-te deixado ir, sinto muito a tua falta hoje. Desde à muito que a sinto, mas não admitia nem me empenhava a lutar por ti. Mas irei, e só irei desistir em último recurso. Pois preciso de ti. Se te conseguisse falar, pedia-te para gritares por mim. Se pudesse controlar o teu andar, pedia-te para caminhares até mim. Mas sei que não te posso obrigar a isso. Mas digo-te, se tu não vens até mim, irei eu até ti. Não importa o que dizem, falam, mostram, nada importa. ♥-te muito, P.

14 commentaires:

  1. Adorei, luta pelo que amas *

    RépondreSupprimer
  2. Tão lindo Marta *-* Olha se puderes vota na minha sondagem. Obrigada :)

    RépondreSupprimer
  3. muito obrigada, muito obrigada ! *

    RépondreSupprimer
  4. não tens de agradecer, aliás quem te agradece sou eu (:

    RépondreSupprimer
  5. Nada deve importar mesmo... Just breathe and go ahead!
    Sigo.

    RépondreSupprimer
  6. Ao lutar sabes que não tinhas nada a perder

    RépondreSupprimer
  7. Uma luta nunca é em vão, acredita! :)

    RépondreSupprimer

''Utiliza palavras suaves e argumentos fortes''
Obrigada pela visita